Luxação do Ombro

Luxação do Ombro

Lux Ombro2

Nas grandes articulações do corpo há um íntimo e contínuo contato entre os óssos através de uma região lisa, deslizante e recoberta por cartilagem, denominada superfície articular. Na luxação haverá uma perda abrupta e completa deste contato. Para isto ocorrer, uma força extrema deverá existir para supera os mecanismos estabilizadores desta articulação.

O ombro é uma das articulações mais instáveis do organismo. Nele ocorrem 50% de todas as luxações. Durante este evento podem haver lesões dos tecidos ao redor (ligamento, labrum, cápsula). Em pacientes >40 anos, os tendões do manguito rotador também podem ser lesados, o que torna a luxação mais grave.

luxacao0
Qual deve ser o tratamento imediato?
Ocorrida a luxação, o objetivo inicial é a redução do ombro: “colocar o ombro no lugar”. Isso deve ser feito por um médico, em um ambiente de pronto-atendimento, e apenas após avaliação clínica e radiográfica. Analgésicos, infiltrações ou mesmo anestesia podem ser realizadas para diminuir a dor durante o procedimento. Após a redução, uma nova radiografia deve ser realizada para se certificar de que houve sucesso no procedimento. O paciente deverá fazer uso de uma tipóia por período de tempo determinado pelo seu médico, de acordo com a gravidade da luxação, a idade do paciente e prática esportiva realizada. Exames subsidiários, como a ressonância magnética, podem ser necessários para avaliar lesões associadas.

Sobre a reabilitação…
Realizada tradicionalmente através de fisioterapia, tem diversos objetivos. O paciente deve ser orientado a evitar posições de risco para novas luxações. Gelo pode ser aplicado para diminuir o processo inflamatório. Inicialmente, o tratamento foca na recuperação da mobilidade do ombro e em seguida, deve centralizar no fortalecimento muscular, com especial atenção aos músculos que formam os tendões do manguito rotador e aos músculos estabilizadores da escápula.

Quando está indicado o tratamento cirúrgico?
Indivíduos com maior risco de luxação (jovens, esportistas ou com demanda elevada) podem precisar de tratamento cirúrgico após o primeiro episódio da luxação. Nos indivíduos que possuem lesões do labrum, lesões ósseas associadas, lesões dos tendões do manguito rotador ou em indivíduos com alta demanda – como, por exemplo, atleta de esportes de arremesso – o tratamento cirúrgico pode ser indicado. A cirurgia também é recomendável àqueles que sofrem casos recorrentes de luxação ou subluxação, sem melhora com o tratamento conservador.

Equipe Orthobone:
Dr. Alexandre Póvoa Barbosa
CRM-SP: 90.739

*Todas as informações fornecidas têm caráter meramente informativo, com o objetivo de complementar, e não substituir, as orientações do seu médico.