Portfólio

Esporte

Clique para ampliar

 

O esporte que ganhou fama com o carismático Gustavo Kuerten, volta à cena na novela Vida da Gente, na Globo, através da personagem Ana, interpretada por Fernanda Vasconcelos. A dedicação da tenista mostrada no folhetim era de cair o queixo. Antes do coma, a morena seguia a risca os treinos, e o resultado, não precisa nem falar: corpo definido, músculos fortes e agilidade. Fatores que foram incorporados à silhueta da própria atriz, visto que, para dar a vida à personagem ela realmente pegou na raquete, está praticando o esporte e, por conta disso, apareceu bem mais enxuta na telinha. Mas, quem pensa que o tênis é uma atividade praticada apenas pela elite engana-se. A prefeitura de São Paulo oferece, atualmente, 23 espaços públicos que recebem o Clube Escola Tênis. O projeto dá treinamento de alto nível para jovens paulistanos e tem como objetivo melhorar a qualidade de vida das crianças. E, não para por aí. Além dele, outros lugares também oferecem a atividade gratuita. O SESC (Serviço Social do Comércio) possui unidades em todas as regiões do Brasil. O Clube de Tênis, que dispõe de aulas para maiores de 16 anos a preços populares e ainda fornece todo o material para a prática. Entre os benefícios do esporte estão: emagrecimento, fortalecimento da musculatura e melhora na coordenação motora. Segundo o ortopedista e médico do esporte, Alexandre Póvoa Barbosa, concentração, velocidade, resistência, força e flexibilidade são características que destacam um tenista dos demais.

Condicionamento

O tênis é uma atividade praticada por duas pessoas. Ele pode queimar até 1000 calorias em um treino puxado e, durante um jogo amador, até 2000 calorias. É uma ótima maneira de manter a forma e deixar a saúde em perfeito equilíbrio. A recomendação do especialista é jogar de duas a três vezes por semana. Caso a atividade seja intercalada com musculação, hidroginástica ou pilates, os resultados são, ainda, mais perceptíveis. O condicionamento físico melhora e dá mais segurança e força durante os jogos e treinos. Vale lembrar que o alongamento não pode faltar para quem for praticar este e qualquer outro esporte. Postura correta, jogo excelente. Durante o exercício, todo o corpo é movimentado e, portanto, por conta do esforço feito nas quadras, podem ocorrer lesões nos membros superiores e inferiores. Porém, isso pode ser evitado se a atividade ocorrer de forma certa. “Fazer corretamente os golpes, ter preparo físico, saber o momento certo de começar e terminar os movimentos são os principais fatores para evitar as lesões por esforço repetitivo” , recomenda Alexandre. Não existe idade para o esporte, mas, quanto mais cedo começar melhor. Quando iniciado ainda na infância, entre 6 e 7 anos, a criança desempenha com mais facilidade movimentos complexos. Para quem quer ser uma futura Ana ou Guga nas quadras, a dica do especialista é receber orientação de um professor para fazer os movimentos corretamente. Determinação é a palavra de ordem.